Menu

11 momentos marcantes da Lavanda na história

De Nostradamus à redução de libido de Napoleão, conheça 11 destaque da lavanda na história.

O apaixonante aroma e o surpreendente poder de cura da Lavanda fazem parte de importantes momentos da nossa história. Conheça a seguir 11 momentos incríveis da lavanda na história. Eles foram retirados do livro “A Magia e o Poder da Lavanda – Seus Segredos e Aplicações”.


NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA (Século VII a.C ao V d.C.):

Os primeiros relatos da Lavanda na história vem da Grécia Clássica e da Roma Antiga.

1. A Lavanda chegando à França (Século V a.C) : Poucos sabem, mas segundo estudiosos a famosa Lavanda Francesa foi trazida ao sul do país em torno de 500 a.C, quando os colonizadores gregos trouxeram-na para a região de Marselha.

2. A Infusão de Lavanda surge como cura medicinal (Século I d.C): O médico romano de descendência grega Pedanios Dioscurides traz a lavanda pela primeira vez na literatura médica como cura. Ele prescrevia o uso da lavanda em Infusão como tratamento. Entre eles a massagem em juntas doloridas, dores musculares e também para promover a cura de algumas doenças.


NA IDADE MÉDIA (Século V ao XV):

Durante a idade média, a arte de curar era preservada pelos Monges. Pelo pouco apreço da época por aromas, prevaleceu no velho continente o uso medicinal da Lavanda.

3. A primeira prescrição para problemas digestivos (Século IX):  Vem dessa época na Alemanha o primeiro registro da prescrição da planta para acalmar os “males do ventre”.

4. O primeiro perfume a ficar famoso na história:  A lavanda fazia parte da chamada Água Húngara, que apareceu em 1370, um destilado de alecrim complementado com a poderosa essência de lavanda.

5. Antídoto aos “Desejos da Carne” (Século XV):  Na famosa coleção de remédios herbáceos Gart der Gersundheit (Jardim da Saúde), em 1485, a Lavanda é descrita como “Planta da Virgem Maria”. Muito apreciada na época por suas supostas propriedades para dissipar os “Desejos da Carne”.

 

NA IDADE MODERNA (Século XV ao XVIII):

Nos anos 1500, a tolerância aos maus cheiros que prevaleceu durante a idade média entrou em declínio. E a Lavanda ganhou apelo muito mais amplo por causa da disseminação das artes da destilação e da perfumaria.

6. Nostradamus – Corpo fechado contra a peste (Século XVI): O famoso médico francês enquanto tratava as vítimas da peste Le Charbon tinha como sua única proteção carregar consigo um recipiente exalante contendo substâncias e óleos, um dos quais era de lavanda.

7. Renascimento cultural… e das Fragrâncias! (Século XVI e XVII): A Monarquia inglesa, principalmente representada por Henrique VIII e Elizabeth I durante o Renascimento Cultural fomentou a indústria de perfumes. Isso disseminou e popularizou o uso de fragrâncias e óleos, entre eles o de Lavanda.

8. A Lavanda francesa se tornando referência (Século XVII): Na Alta Provença, a Lavanda selvagem colhida deu origem ao maravilhoso óleo essencial de Lavanda, produzido a partir do inovador processo de destilação. Nesse período, em Paris foi inaugurada a primeira Loja de Perfumes que se tem registro.


9. Combate à enxaqueca e um sono rejuvenescedor para as madames europeias (Século XVII):
 Era um hábito comum na França e na Inglaterra colocar saquinhos com lavanda seca embaixo dos travesseiros para combater dores de cabeça e ter um sono tranquilo.

10. O “Anti afrodisíaco” de Napoleão (Século XVII): A imperatriz Josefina, esposa do imperador da França Napoleão Bonaparte, estava por ser abandonada por ele por não dar-lhe um herdeiro. Neste período, buscando animá-lo, ela mantinha as paredes do palácio impregnadas de Almíscar, um poderoso afrodisíaco de aroma bastante forte. Para escapar dos seus efeitos, Napoleão derramava e até mesmo bebia colônia de Lavanda.

11. Eau de Cologne – A água de colônia mais popular em todo o mundo (Século XVII): Tendo a lavanda como um de seus ingredientes principais, a Eau de Cologne foi durante 170 anos a água de colônia mais utilizada do mundo! Isso durou até a vinda da época de Ouro da perfumaria no Século XIX. Nesse período, ocorreu a chegada da química orgânica e das fragrâncias sintéticas.

E então, não é interessantíssima a participação da Lavanda na história? Se você desejar que ela faça parte da sua história, convidamos você para conhecer o Le Jardin Parque de Lavanda.

Nascemos para isso, para apresentar a lavanda ao público brasileiro. Clique aqui para saber como nos visitar ou Aqui se deseja conhecer nossos produtos. Desejamos uma história cheia de Amores, Aromas e Lavanda para você!

 

 

One Response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *