Menu

A Lavanda pelo mundo…

Conheça os países onde a Lavanda é cultivada

Atualmente, a Lavanda é uma das plantas mais amadas devido à sua beleza inigualável e ao seu aroma inconfundível. Tanto que hoje seu óleo essencial é o mais consumido no planeta.

Confira a seguir como ocorreu a expansão desta planta pelo globo terrestre e uma seleção de países onde sua produção tem destaque.

Lavanda – uma expansão mundial

Os primeiros relatos da Lavanda na história datam da Grécia Clássica e da Roma Antiga. Segundo estudiosos, ela começou sua expansão pelo mediterrâneo, em países como Espanha, Portugal e França, quando os colonizadores gregos introduziram seu uso na região, por volta do século V a.C, durante a expansão do Império Grego.

A partir do século XVI, a Lavanda ganhou ampla difusão por consequência da disseminação das artes da destilação e da perfumaria.  Nos séculos seguintes, com a expansão européia, não demorou a conquistar outros continentes, sendo admirada e cultivada em países como Estados Unidos, Japão, Rússia, Tanzânia e Indonésia.

 

França, a maior produtora de Lavanda do planeta

Famosa pelos seus campos de Lavanda, a França tinha esta cultura como secundária, quando ainda no século XIX,  a Era da perfumaria e sua crescente demanda pela planta,  tornou a França a sua maior produtora.

 

Curiosidade sobre os Campos de Lavanda de Provence

Hoje mundialmente conhecida pelos seus mares da flor cor lilás durante os meses de junho a julho, a região  de Provença surpreendentemente possui solo e clima ruins para outras culturas mais tradicionais, todavia,  ótimo para a Lavanda.

A variedade mais antiga no país é a Lavandula stoechas, também chamada de Lavanda Francesa ou Espanhola.  Ela tem a floração mais vivaz entre todas as variedades da planta. As flores variam de lilás, roxo, rosa, vinho e até amarela. Todavia a variedade mais popular é a Lavandula angustifolia, responsável pelos imensos campos  de cor azul  violácea e pela massiva produção do popular óleo de lavanda.  Também pode ser chamada de Lavanda Francesa ou Inglesa.

 

Inglaterra, a paixão pela Lavanda vai da Rainha ao homem do campo

Durante o renascimento cultural, no século XVI, a monarquia inglesa, principalmente representada por Henrique VIII e Elizabeth I, fomentou  a indústria dos perfumes. Isso disseminou e popularizou o uso de fragrâncias e óleos, entre eles o da Lavanda. Com isso, para abastecer as casas de cosméticos, surgiram na Inglaterra diversas “Lavender Farms” (Fazendas de Lavanda), no entorno de importantes cidades.

As plantações de maior importância ficavam em Mitcham, no condado de Surrey. Entretanto, no início do século passado, com a crescente urbanização da localidade, a produção de lavanda deslocou-se para a região de Norfolk, responsável pelo renascimento da Indústria da Lavanda Inglesa

Por volta dos anos 30, Lineau Chilvers, um apaixonado por Lavanda que testemunhou a extinção de seu cultivo em Mitcham, arregaçou as mangas para realizar o que considerava o sonho da sua vida: ressuscitar a Indústria da Lavanda Inglesa.

Escolheu para isso a cidade de Norfolk. e após muitos anos de pesquisa e árduo trabalho, encontrou as melhores espécies para cultivo na região. No local  foram introduzidas mais de 100 espécies da planta. O trabalho deste homem foi de tal importância para o negócio de lavandas  que o nome “Lavanda Norfolk” cunhado por ele hoje  é até hoje sinônimo de  Lavanda inglesa.

A Lavandula Angustifolia  popularmente conhecida como Lavanda Inglesa ou Francesa é considerada a mais nobre de todas as lavandas. É a variedade usada para extração do óleo de melhor qualidade, servindo também para a produção de flores secas e sementes aromáticas. Ela produz flores que podem ser lilases, brancas rosas ou azul intenso.

 

Japão, a admiração pela flor da Lavanda

Os japoneses são grandes admiradores da natureza e a paixão pelas flores é um traço marcante nessa cultura. Com a Lavanda não poderia ser diferente. Na contramão do mundo, os japoneses a cultivam-na por suas flores, não para extração do seu óleo essencial.

Os campos de Lavanda japoneses concentram-se em  Hokaido, a ilha mais ao norte do Japão. Lá os galhos são cuidadosamente cortados a mão, arrumados em pequenos ramos

e postos para secar naturalmente pendurados de ponta-cabeça. Juntas as flores são preservadas em perfeitas condições, enquanto formam belíssimos tetos de cor lilás.

 

Estados Unidos, Turismo e Festivais na Costa Oeste

Nos Estados Unidos, a Lavanda se concentra na costa oeste, principalmente nos estados do Oregon e de Washington. Neles existem roteiros turísticos específicos sobre essa maravilhosa planta, nos quais você pode visitar fazendas inesquecíveis. Em Sequim, no estado de Washington, e Portland, no estado do Oregon, por exemplo, acontece no mês de Julho um dos maiores festivais de Lavanda que existe, o Oregon and Sequim Lavender Festival, veja o vídeo institucional deles a seguir:

 

Ali Kula, a Lavanda vinda do Havaí para o Brasil

Vale o destaque especial também para a Lavender Farm de Ali Kula, no Havaí, que serviu de inspiração para a criação do primeiro parque de Lavanda do Brasil. Confira essa história clicando aqui.

 

Brasil, a chegada com sucesso nas últimas décadas

No Brasil, nas últimas décadas,a Lavanda tem ganhado destaque na jardinagem, na decoração, na cosmética, na aromaterapia e até na culinária. Os locais nos quais a Lavanda se desenvolve são aqueles cujo clima mais se aproxima ao temperado europeu, mais precisamente nas serras da região Sul e Sudeste.

Destaque para o Lavandário de Cunha em São Paulo e para o Le Jardin Parque de Lavanda o primeiro jardim de  Lavandas do Brasil, que fica em Gramado.

A variedade mais difundida em solo brasileiro é a Lavandula Dentata, destinada principalmente ao uso ornamental em jardins. Mais canforado, seu óleo vem sendo cada vez mais usado por massoterapeutas e aromaterapeutas.

Gostou de dar uma volta ao mundo conosco no nosso Tour da Lavanda? Reunimos somente alguns dos países que cultivam Lavanda. Se você lembra e/ou tem fotos de outros locais do mundo que produzem Lavanda, não deixe de comentar.

Quer receber Dicas especiais sobre Lavanda, Jardinagem e aromas? Assine nossa Newsletter!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *